Archive | cinema RSS feed for this section

Lista: os 10 melhores filmes da Disney

10 Jan


Podem falar o que quiser, eu não ligo. Eu fui criada pelos filmes da Disney e mesmo sabendo que as lições deles não são tão legais, continuo enfrentando um monte de criança no cinema e me deliciando com o mais novo filme a ser lançado (meu caso mais recente com Frozen). Eles tem uma magia, são lindos e mesmo às vezes idiotizando as crianças, eles são inocentes (no geral, ok?) e tem aquelas músicas que todo mundo ama e sabe cantar. Enfim, sou fan girl, não nego, e por isso fiz esta lista dos 10 melhores filmes da Disney (na minha opinião).

A Bela e a Fera


História: Bela sai de sua cidade para procurar ajuda para seu pai. Ao se perder, é seqüestrada por um monstro, morador de um castelo e dono de uma maldição, que logo se apaixona por ela. No final eles se casam e vivem felizes para sempre.

Porque eu gosto? A lição demoníaca é clara: Você pode mudar a fera que existe no seu parceiro com amor. Umas mentiras, todas sabem. Mas isso não impede de eu achar a cena da valsa linda, a música linda, o vestido lindo e o Gaston um escrotão.

Rei Leão

História: Um filhote de leão tem que fugir da sua terra natal por acreditar que matou seu próprio pai. Enquanto isso, seu tio perverso domina o reino que tanto quis. No final acaba tudo bem.

Porque eu gosto? Vamos começar pelo começo. É uma das melhores cenas de abertura de todos os tempos em todos os filmes. Aquela música, aqueles bichos e o macaco levantando o leãozinho…. Toda vez que vejo sinto arrepiada! Além de ter o melhor vilão (Scar é mal… mata o irmão, mente dizendo que foi seu filho, domina todo mundo, é amigo das hienas…) e as melhores músicas (culpa do sir Elton). Não é a toa que virou musical da Broadway!

Pequena Sereia

História: Após ver um homem se afogando, a filha do Triton quer virar humana para viver ao seu lado. Depois de se decepcionar com seu pai, a sereia busca ajuda na bruxa dos mares para virar humana. No final eles se casam e vivem felizes para sempre.
Porque eu gosto? É meu desenho favorito da Disney. É a minha princesa favorita. Tem minhas músicas favoritas (reparem na letra parte do meu mundo). E tem a minha vilã favorita (Apesar de que adoro o Jafar.).

Toy story (1,2,3)

História: O amadurecimento de uma criança e a história de seus brinquedos, que ganham vida quando ninguém tá vendo.
Porque eu gosto? Porque eu queria que meus brinquedos fossem tão legais quanto Woody e companhia. Claro, falando e vivendo a vida!

Procurando o Nemo

História: Um peixe se perde do seu pai, que atravessa o oceano para encontra-lo.
Porque eu gosto? Primeiro que me dá uma calmaria ficar olhando aquele mar todo. O filme é bem feito e condiz com a realidade do oceano (uma estudiosa me contou). Além de ter um roteiro divertido e a personagem secundária (Dolly) ser tão legal que você nem repara que ela não é a principal.

Aladdin

História: Um ladrão se apaixona por uma princesa e com a sorte de achar uma lâmpada tenta conquista-la. Em contrapartida, o braço esquerdo do sultão tenta dominar o reino.
Por que eu gosto? Músicas divertidas, vilão apaixonante (adoro o Jafar, nem vem) e o Gênio. Lembro que quando eu era criança, sempre ria das mesmas piadas que o Gênio contava.

Alice no País das Maravilhas


História: Uma menina, ao seguir um coelho apressado e procurar seu gato, entra num mundo cheio de magia e fantasia.
Por que eu gosto? Por um bom tempo da minha vida este filme era o meu favorito. Um das poucas histórias que a Disney não modificou o roteiro (só algumas poucas coisas) e manteve do jeito que foi criado. Um pouco menos soturno e alguns personagens escondidos até porque não é apenas um livro (são muitos). Mesmo que o Tim Button ter feito uma releitura, ainda prefiro as cores e a loucura do desenho original de 1951.

Monstro S.A. e Universidade Monstro

História: é sobre um mundo de monstros.
Por que eu gosto? Sempre que vejo o filme eu fico curiosa em relação ao mundo fantástico cheio de detalhes que fizeram nos 2 filmes. Espero um terceiro para querer saber mais (apesar que na minha opinião não cabe).

Mulan

História: Uma menina se finge de homem para salvar seu pai de uma guerra.
Por que eu gosto? É divertido e a Mulan é diferente das outras princesas. É corajosa, sabe lutar e não fica esperando o príncipe encantado. Ok, isso é uma tendência comum nos desenhos de hoje em dia, mas na década de 90 isso era bem novo.

Detona Ralph


História: Um vilão quer ser herói.
Por que eu gosto? É superdivertido pensar na temática “videogame” como se fosse “Toy Story”. O filme lida com bulling, com mudança, com sonho, com amizade, com um monte de coisa. E não tem princesa, nem príncipe, nem conto de fadas… É franco e direto!

Foquei nos desenhos. E é meu gosto ^^

Porque você deve assistir: Azul é a cor mais quente

25 Dec


Vou confessar: A principio tive preguiça de ver este filme não pela polêmica, não pelo sexo explicito, e sim pela duração: quase 3 horas. Tenho uma opinião sobre filmes longos: Você precisa ter muito enredo para não chegar no meio e a história se perder. Depois de um link para assistir online resolvi me arriscar. Gosto de ver um filme ou uma peça de teatro sem saber do que se trata. Acredito que me contamina, fico focada na sinopse, que nem sempre é a essência principal. Antes de vê-lo, eu li uma matéria na época sobre as polêmicas que rodam o filme (sexo explicito + nudez + lesbianismo). Bom, já estava no inferno, vamos abraçar o capeta. Confesso, não foi direto. Talvez se eu estivesse no cinema sentada por 3 horas e não podendo pausar me cansaria, porém desta forma achei fluido. Ponto positivo. Agora vamos a história do filme.
Adèle(Adèle Exarchopoulos) é uma garota que cresce através nos nossos olhos. No inicio ela tem uns 16 e termina com 22. Neste meio tempo ela descobre que não tem muita vontade de ficar com homens, resolve se aventurar com uma menina que tinha visto outro dia e assim entra em um universo mais culto de artistas e pensadores. Porém por sua culpa (e insegurança) destrói algo que tinha sólido e profundo e assim se lamenta por um bom tempo. Uma história que todo mundo se identifica, né? Quem nunca desperdiçou um amor por uma insegurança? E quando o fez, não ficou se lamentando por um bom tempo? O filme é sobre insegurança, imaturidade, medo, novidade, tudo que o crescimento e amadurecimento trás. Porém 3 horas apenas de pensamentos profundos não traria nenhuma pauta de discussão extensa nem comentários ácidos. O foco do filme foi para outro âmbito. O das cenas de sexo.

Ao todo são 3 cenas intensas de sexo. São explicitas, por isso a classificação de 18 anos. Uma hétero e duas homo. Elas são essenciais para o filme? Sim e não. Sim, porque mostra o sexo de forma natural e como isso está presente em nossas vidas e faz parte do crescimento. Não pelo motivo de não estarmos acostumados de tratar isso com tanta naturalidade. Quem nunca bateu um papo com amigos e amigas num bar e quando o assunto virou “sexo” alguma menina constrangida pede para mudar de assunto? É tipo isso. Quando as cenas acontecem, você vira o rosto, se esconde, começa a rir, olha para a parede. E não importa a idade. É permitido assistir sem constrangimento vídeo porno em sites pornos porque você faz este tipo de coisa escondido. A noite. Ninguém precisa saber. Assistir o filme te obriga a assistir sem fugir. E ai a polêmica. Mais que o lesbianismo.
Quem já viu Cisne Negro? Quem já sabe que tem uma cena de sexo nele. Mas não é a mesma coisa. Não tem nada de explicito ali. Neste tem. E é tratado naturalmente. E assusta. Muito. Qualquer um.
Sinto que precisamos ter mais naturalidade no sexo e curto este filme (mais por isso do que pela história). Já imaginou tratar sexo como parte de nós e não como algo proibido? Imagina quanto menos tarado (de todas as formas) teríamos no mundo? Isso amedronta…. E se você assistiu este filme e se chocou a ponto de acha-lo pretensioso, é melhor rever seus valores…..

7 motivos para você ir no Festival do Rio

23 Sep

Chega primavera, final de setembro e no Rio chega à alegria de todas as pessoas que não gostam de filmes tradicionais. Festival do Rio é um excelente programa para quem quer ver filmes que não sairão (ou demorarão) no circuito normal. Além de ser uma ótima maneira de conhecer ótimos filmes e pagar pouco pelo um ingresso. Começa esta sexta e te dou 7 ótimos motivos para se deliciar com o Festival de cinema do Rio!
festivaldorio

1- Filmes inéditos

Para cinéfilo, isso é um prato cheio! Porque tem filmes que já estrearam já faz muito tempo ou agora pouco na gringa e melhor, filmes brasileiros que estreiam no festival. É tanta estreia que você fica muito, mas muito feliz!

2- Filmes que vão estrear no circuito apenas ano que vem…. se estrearem!

A sensação de assistir filmes inéditos prevalece também ao fato que muitos só estrearão ano que vem. E tem MUITOS que nem vão para o circuito normal. É a hora de você assistir todos os filmes que realmente quer e os filmes que sabe que não vão para circuito. É muito melhor ver no cinema do que na tela do seu pc, já dizendo.

3- Têm amostras

As amostras de cinema são a oportunidade de você assistir filmes antigos nas telas. E também vê filmes inéditos (opa, esta palavra de novo) no Brasil. Este ano terá do Alfred Hitchcock (teve ano passado também, mas este ano terá alguns outros filmes), Claire Simon, Alain Guiraudie, clássicos Alemães, Paul Schrader e as que sempre tem, como os filmes d m úsica, documentários, mundo gay e etc.

4- Tem premieres no Odeon/Estação com atores famosos.

Como em qualquer festival, tem premieres com atores famosos. Você pode exercitar seus instinto de fã e gritar bastante quando ver aquela pessoa que você tanto admira. Claro, tem premieres em outros lugares como o Estação de Botafogo, mas no Odeon é muito mais glamouroso!

5- Vocês podem se encontrar com os idealizadores dos filmes.

A graça do Festival do Rio não é apenas as premieres, que de vez enquanto traz alguém famoso. O Cine Encontro é no Cais do porto e depois de você ver um filme brasileiro, tem um bate papo com os produtores e diretores. Um prato cheio para quem realmente ama cinema! E é de graça, o que é mais bacana! Mas tem que se inscrever

6-O preço é acessível


18 reais na meia no cinema? Não… Os preços dos ingressos variam de lugar para lugar, de 3 reais até 9 reais. Com meia e sem meia. E tem lugar que é de graça, quer dizer….

7- Os ingressos esgotam… Então é melhor comprar antes

Isso não é bem um motivo, é mais uma dica mesmo. Tem muitos filmes que todo mundo quer ver, justamente pelos motivos dados ai de cima! Então não espere até o último momento para comprar, compre o quanto antes!

Ansiosos? Eu tô!
Dá para ver toda a programação aqui .

Como não amar a Tilda Swinton?

6 Jul

tumblr_mpf2fyGKp01sx2c6yo1_500
Uma bandeira de arco-íris, símbolo gay, sendo estendida na Rússia. Nada demais, certo? Errado! É crime fazer qualquer propaganda gay na Rússia, lei recente de Vladimir Putin, para menores de idade. Tilda Swinton foi lá e tirou uma singela foto com a bandeira em frente ao Kremlin, sede do poder russo, em Moscou.
Como não amar?

Você reconhece estes óculos?

26 Jun

Você é um bom observador? Reconhece as pessoas pelo seus óculos? O designer Federico Mauro fez um trabalho só com óculos de algumas personalidades. Uma boa ideia!

Federico-Mauro-1-thumb-600x424-40298
Federico-Mauro-2-thumb-600x424-40300
Federico-Mauro-5-thumb-600x424-40303
Federico-Mauro-6-thumb-600x424-40304
Federico-Mauro-9-thumb-600x424-40307

Tem mais trabalhos do artista, estes são os meus favoritos.

Fonte